Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Cras sollicitudin, tellus vitae condimentum egestas, libero dolor auctor tellus, eu consectetur neque.

Press enter to begin your search

De Recife para o mundo: DJ Dolores lança álbum

De Recife para o mundo: DJ Dolores lança álbum

O brasileiro DJ Dolores celebra três décadas de carreira com o álbum Recife • 19, lançado na Europa antes de desembarcar no Brasil, em 27 de setembro. Com onze faixas que transitam por diversos gêneros musicais de arrocha a jazz, elementos de dub e sons que remetem ao afrobeat , o disco apresenta um som pós-gênero, que não se prende a nenhum conceito pré-definido, e tem produção musical assinada por Dolores.

De acordo com o músico, a ideia inicial era produzir algumas poucas faixas para um EP, mas, a medida que o projeto foi andando, surgiram novas ideias: “o Robert Urbanus (Sterns) sugeriu um álbum e assim fui juntando material. Temos muitas participações pois não é um projeto de banda, é de produtor. Tem o Edgar, Jards Macalé, Nego Freeza (O Quadro, de Salvador) e o pessoal do Recife com quem costumo trabalhar nas minhas atividades de compositor de música para filmes: Jr Black, Erica Natuza, Ylana Queiroga e Yuri Queiroga, com quem divido autoria em várias faixas”, ressalta.

O registro fonográfico chega ao público por meio do selo inglês Sterns Music, que vem trabalhando com artistas brasileiros como Luedji Luna, Emicida e Criolo. A divulgação do trabalho teve início em julho deste ano em Lisboa, Portugal, depois seguiu para a cidade do Porto, na sequência foi para Barcelona, na Espanha e teve encerramento em Bruxelas, na Bélgica.

Do time de convidados do DJ no disco, o carioca Jards Macalé é a presença mais ilustre e inusitada. Macalé canta e toca violão em Mudanças, composição na qual é parceiro de Dolores e de Clarice Santini.

“O mercado internacional sempre foi meu objetivo. Recife 19 é o quinto disco que lanço por uma gravadora européia antes da estreia no Brasil”, comenta DJ Dolores.

O álbum apresenta ilustração de Victor Zaime na capa e foi gravado com músicos como Jam da Silva (na percussão) e Yuri Queiroga (na guitarra e no baixo, além de ter colaborado nos arranjos). Já a artista Ylana Queiroga participa das faixas “Nanquim” e “O gringo”.

De Recife para o mundo

Helder Aragão nasceu no Sergipe, mas foi em no ano de 1989, na cidade de Recife, localizada no nordeste do país, que ganhou seu nome artístico. Hoje, o DJ é um dos mais inventivos produtores do Brasil e nome importante da cena MangueBeat do Recife. “Costumo transitar e combinar diferentes gêneros musicais sem preocupação mercadológica. Faço isso desde o início da carreira, talvez pelo fato de ser DJ e gostar de mixar coisas diferentes na pista de dança”, ressalta.

Ouça aqui o novo álbum do DJ Dolores Recife • 19

X